No dia 24 de outubro é comemorado o dia das Nações Unidas, porque foi exatamente nessa data, no ano de 1945, que a Organização passou a existir oficialmente.
Nesse momento, organismos e empresas apostam na “Recuperação Verde”, em virar a chave da economia dependente de carbono para a economia livre de carbono. A convergência dos conceitos de inovação (Innovation) e sustentabilidade (Sustainability) ocorre num sentido de urgência.
Entendemos por produção sustentável a inclusão de alternativas que visam minimizar impactos ambientais e sociais, reduzindo os riscos ao meio ambiente e gerando efeitos econômicos e sociais positivos.
A preservação ambiental tem se tornado cada vez mais foco de preocupação social. A mudança dos hábitos dos brasileiros em relação à natureza aumentou 30% nos últimos 15 anos, segundo dados do Ministério do Meio Ambiente. Este, é um sinal que o cenário vem se alterando aos poucos, e que ainda sim, há muito para aprimorar.
Agora, se de fato analisarmos o impacto que causamos em nosso Planeta com uma consciência responsável pelos fatos, e nos aprofundarmos nas raízes dos fenômenos atuais, é possível florescer o futuro sem deixar de lado nossa capacidade de inovação.
Nos últimos anos, o foco para os temas relacionados ao meio ambiente e aos direitos humanos tem crescido de forma exponencial, conduzindo o mercado de investimento para mudanças decisivas. As empresas estão sendo "convidadas" a abraçar a responsabilidade pelo impacto que elas geram no planeta, e o índice ESG, tem grande parte nisso.